BOMBA! Jeferson Andrade não recorre de decisão para o município perder R$ 4 milhões

0

Um verdeiro esquema foi montando para desvio de mais de R$ 4 milhões dos cofres públicos de Madre de Deus.

O Prefeito Jeferson Andrade não recorreu de uma decisão em primeira instância em desfavor do município no valor de R$ 4 milhões que tem como autor CORULAZ PRODUÇÕES ARTÍSTICA LTDA que se diz detentora da marca “MADRE VERÃO”.

A empresa ajuizou uma ação contra a Prefeitura pelo uso da marca “Madre Verão” no festival de verão. Na época, o filho da ex-prefeita Carmen Gangarela, Sérgio, era um dos sócios da empresa.

Vale ressaltar que a marca “Madre Verão” está registrada na Lei Orgânica do Município desde 2006.

Pois bem: estranhamente, a decisão saiu em primeira instância e o Prefeito que poderia recorrer em mais duas instância e protelar como ele vem fazendo no caso em que ele é réu (pedido de prisão e afastamento do cargo), não fez, aceitando um acordo inescrupuloso em desfavor do município.

O mais estranho é que, um dos advogados do autor é Rui Barata Filho, ex-procurador do município e amigo pessoal do Prefeito Jeferson Andrade e do deputado Nilton Bastos.

Segundo informações que chegaram à redação do site Tia Cândia, o atual procurador do município da cidade é indicação de Rui Barata, e um dos irmãos de Barata tem contrato na Prefeitura de Madre de Deus.

Percebe-se, tanto os advogados quanto o Prefeito fizeram um belo de um acordo em desfavor do município para sangrar os cofres públicos.

Os vereadores de oposição estão protocolando uma representação no Ministério Público Federal, PF e no TCM.

 

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui