A chama de Liam Gallagher queima alta na sua estreia solo

0

Oito anos após a separação do irmão Noel Gallagher e da banda Oasis, um dos maiores fenômenos do rock mundial nos anos 1990, e três anos depois do fim do seu fracassado grupo Beady Eye, o cantor inglês Liam Gallagher, 45, finalmente estreia solo com o álbum As You Were (Warner).

A boa notícia é que o raivoso herói do britpop, que sempre dependeu do irmão Noel para fazer boas canções de rock com guitarras altas e ecos dos Beatles (especialmente da face mais John Lennon da banda), acertou ao buscar coautores da indústria pop para ajudá-lo  a compor o repertório. Especialmente, Greg Kurstin, colaborador de Adele, Lily Allen e Foo Fighters.

A começar pelo single Wall of Glass, uma vibrante canção de rock’n’roll com baixo pulsante, gaita agressiva e guitarras distorcidas, As You Were é o melhor álbum já lançado por Liam Gallagher desde a sua saída do Oasis (e supera também os trabalhos de Noel longe da banda).

Intérprete carismático e impecável, Liam brilha nas canções mais roqueiras  e nas baladas estilo Beatles, sem medo de se inspirar no modelo Oasis e de citar claramente algumas referências, como os Rolling Stones (em You Better Run) e Jimi Hendrix (When I’m in Need), além do Primal Scream em momentos de diversão total (Greddy Soul).

Com As You Were, Liam Gallagher – uma das atrações do Lollapalooza 2018, em março, em SP – mostra que seu sonho de rockstar ainda não acabou. E os seus fãs, incluindo os que têm saudades do Oasis, querem que ele continue a sonhar.

Confira o videoclipe de Wall of Glass:

Por Hagamenon Brito

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui