Com amordaça e cartão vermelho, grupo protesta na Câmara de São Francisco do Conde

0

Integrantes do grupo Juntos somos mais fortes foram à Câmara Municipal com a boca coberta por um pano escuro e com cartões vermelhos nas mãos na tarde desta terça-feira (15). O ato foi uma forma de protestar contra a falta de iniciativa do Legislativo de São Francisco do Conde em fiscalizar o poder Executivo Municipal. Cerca de 25 pessoas acompanharam parte da sessão com as bocas vedadas.

O grupo ressalta que foram para Câmara amordaçados para simbolizar que “o povo não tem voz”. Segundo eles, a população cobra dos parlamentares ações que possam beneficiar a vida dos moradores, mas até então, nada foi feito.  De acordo com o grupo o cartão vermelho  representa a  “agressão verbal” que a população vem sofrendo sem direito de resposta.

Eles apontam que o regimento interno não permite que a população se manifeste, mas os vereadores não reclamam quando são aplaudidos. Conforme o grupo, na Câmara “tudo é aprovado”, mas na cidade “nada é resolvido”. Eles relatam ainda que na teoria os vereadores devem trabalhar para o povo, porém na prática, o legislativo trabalha para o Executivo.  Com cartazes, o grupo passava as mensagens de alerta: “Famílias do município (estão) passando fome” e “o povo elege e o povo tira”.

Eles também questionaram a legitimidade do parlamento em um dos cartazes que afirmava: “Representantes do povo ou traidores?”. Eles alegam que os vereadores não trabalham para população de forma coletiva, e representam interesses de pequenos grupos políticos. O movimento destaca ainda que a cidade sofre com precariedade nos serviços básicos como saúde e educação.  Eles incentivam que os outros moradores exerção a  cidadania de cobrar seus direitos e participem dos protestos que visam  uma cidade mais unida com oportunidades iguais para todos. Com informações do BM.

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui