MPF pede a prisão de mais dois desembargadores do TJ-BA

0

Procuradores do Ministério Público Federal (MPF) pediram a prisão preventiva de mais dois desembargadores da ativa do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), de acordo com a coluna Satélite, do jornal Correio.

Os dois são acusados de participarem do esquema de venda de sentenças no Judiciário estadual investigado pela Operação Faroeste.

Os pedidos de prisão estão nas mãos do ministro Og Fernandes, relator do caso no Superior Tribunal de Justça (STJ), e tem como base indícios fornecidos por um dos delatores que firmaram acordo de colaboração premiada com o MPF.

Os nomes dos magistrados ainda são mantidos sob sigilo. Para integrantes da Faroeste, os elementos apresentados pelos procuradores justificariam o pedido de prisão dos dois magistrados.

Entre eles, estaria material detalhado sobre repasses de dinheiro ilícito juntamente com o cruzamento de dados bancários e movimentação financeira incompatível com a renda. Informações do Política Ao Vivo.

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui