Paul McCartney faz show pela primeira vez em Salvador

0

Foi com um pequeno atraso de quinze minutos e uma chuvinha chata que começou o aguardado show de Paul McCartney em Salvador, às 21h45 desta sexta-feira (20). “E aí Salvador, beleza?”, saudou o cantor em português, mantendo a simpatia de sempre e ainda afagando os baianos: “Finalmente em vim para a Bahia”, disse Sir Paul, que escolheu o sucesso dos Beatles  A Hard Day’s Night para abrir a noite.

Foi a mesma que abriu as apresentações de Porto Alegre, São Paulo e Belo Horizonte – as três cidades brasileiras que receberam a turnê One on One,  além de Salvador. Uma alegria para os fãs da banda, pois Paul nunca  havia cantado em carreira a solar e marcante canção da banda, uma das novidades deste show.

Segundo a produção, Paul tomou algumas aulinhas de português para interagir melhor com público, como tem feito em todos os outros shows no Brasil. Na sequência da abertura, vieram canções  como All My Loving, I’ve Got a Feeling e Blackbird, para delírio do público. “Vocês são massa”, mandou Paul, em bom baianês, antes de cantar And I Love Her.

Na plateia, o clima era de puro contentamento. Até para quem não é tão fã, como a dentista Lívia Silveira, que veio de Itapetinga acompanhar o marido, o também dentista Leandro Silveira. “Não conheço muito bem as músicas dele, mas eu olho para as pessoas e elas estão tão hipnotizadas. É tão bonito ver isso”, destacou.

A chuva até ameaçou tirar o brilho da passagem do ex-Beatle por Salvador. Mas nada que pudesse abalar os fãs mais prevenidos, que sacaram providenciais capas plásticas, já que guarda-chuvas eram proibidos no local. Foi o caso do casal de turistas Lilian Matos e Mario Avelino, que veio do Rio de Janeiro para conferir o show e garantiu que não estavam nem ai para a chuva. “Assistir Paul McCartney, mesmo debaixo do toró, ta lindo, maravilhoso!”, disse Mario, que conferiu pela quarta vez o show do ex-Beatle.

Uma das vencedoras da promoção da Globo FM que levou um grupo de fãs à passagem de som, a estudante de zootecnia Bianca Silveira estava radiante com o encontro. “Cheguei aqui meio ansiosa, mas também sem acreditar. Quando ele entrou no palco eu vi que realmente estava acontecendo tudo aquilo. Ele tocou All My Love, que é uma das minhas músicas preferidas”, contou, acrescentando que Paul falou com todo mundo, abraçou e tirou selfies.

A movimentação no entorno da Arena Fonte Nova começou cedo. Alguns fãs do ex-Beatle não aguentaram a ansiedade e foram ainda de manhã garantir um lugar na fila.  Ansiosos para a apresentação, eles chegaram lá por volta das 5h e fizeram até uma lista com a ordem de cada um. Além de soteropolitanos, o grupo era formado por turistas do Rio e de Fortaleza.

O cearense Sávio Rebouças, 37 anos, veio a Salvador acompanhar pela sexta vez um show do ex-Beatle no Brasil. No último dia 15, conferiu o show  em São Paulo. “Ele costuma mudar pouca coisa, mas quem é fã não presta muita atenção se ele repete a mesma música o show todo porque quem é fã gosta de vê-lo em cima do palco. Se ele fizer show daqui a 10 anos, eu vou ver o meu 20º, 30º, nunca cansa”, comenta.

Por Wladmir Pinheiro

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui