Trio na mira do TRE-BA

0

Na próxima segunda-feira (23), está previsto para entrar em pauta no TRE-BA três processos semelhantes. Os serviços médicos para angariar votos levaram os dois deputados baianos, Marcel Moraes e Targino Machado, e o Prefeito de Candeias Dr. Pitágoras, para o banco dos réus.

Segundo informações, está uma loucura os bastidores no mundo empresarial e político, principalmente no judiciário, porque a absolvição do trio pode gerar uma jurisprudência suspeita abrindo brechas para uma impunidade de condutas vedadas pela Constituição, contudo, o CNJ estará de olho no julgamento porque as provas são robustas contra os acusados.

MARCEL MORAES 

O deputado oferecia prestação de atendimento veterinário gratuito (vacinação e castração), com forte apelo visual de sua imagem, amplos gastos materiais e utilização de slogan de campanha para realização desses serviços, objetivando obter votos. O que conseguiu. O relator do processo, o desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano,  votou pela cassação do parlamentar, e o juiz Freddy Carvalho Pitta Lima seguiu o voto do relator. O Presidente da Corte pediu vista. Marcel já tem dois votos contra.

DR. PITÁGORAS

O Prefeito de Candeias, quando então vereador (2015), lançou sua pré-campanha à Prefeitura e deu iniciou a “Caravana da Saúde”. Duas Caravanas aconteceram no segundo semestre de 2015 e mais quatro no primeiro semestre de 2016, além dos atendimentos voluntários todas às quartas em sua residência, com ampla publicidade nas redes sociais e veículos de comunicação para se fortalecer politicamente e desequilibrar o pleito eleitoral. O gestor também foi acusado por abuso de poder econômico por compra de apoio político – gravações periciadas pela PF constatando a compra de partidos.

Propaganda de campanha nas rádios e redes sociais do Prefeito. Confira: 

 

 

TARGINO MARCHADO 

O parlamentar é acusado de oferecer atendimentos médicos irregulares para a população de Feira de Santana, em troca de votos. De acordo com as investigações, os atendimentos ocorriam em clínicas clandestinas na cidade. O parlamentar também transportava pessoas para os municípios de Cachoeira e São Félix, onde tinham acesso, irregularmente, a serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui