Um aguardando a sentença; o outro correndo da sentença

0

O Prefeito de Candeias Dr. Pitágoras (PP) e o vereador Arnaldo de Araujo (PSDB) estão na mira da justiça. Acreditando na impunidade e na morosidade do judiciário baiano, Pitágoras e Arnaldo acreditam que terminam os mandatos ilesos.

Nas próximas semanas, provavelmente, sairá mais uma sentença em primeira instância de um processo eleitoral que tem o Prefeito como réu. O processo veio se arrastando ao longo desses anos.

Outro processo eleitoral tem como réu o vereador Arnaldo, que, através de manobras jurídicas, tenta atrasar o processo. O edil pediu mais uma vez para ouvir uma testemunha que se encontra fora da Bahia, possivelmente no Rio Grande do Sul. A ação já passou pelas mãos de pelo menos três juízes. O mais recente magistrado, Leonardo Bruno Rodrigues do Carmo, da 127ª Zona Eleitoral em Candeias, expediu uma segunda convocação para ouvir a testemunha. Isto já havia sido feito oito meses atrás, mas ele não obteve resposta.

Esta testemunha é considerada pela defesa como essencial ao caso, que começou em dezembro de 2016. Arnaldo Araújo também já apresentou seis atestados médicos para não comparecer a audiência, o que atrasa o processo.

Arnaldo, o vereador mais votado de Candeias, é acusado de ter dado R$ 100 a vários eleitores para conseguir votos. O vereador também foi acusado de ameaçar com uma arma de fogo, no ano passado, o filho e um subsecretário do município.

 

SHARE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui